O Futuro do Trabalho começa em 2018

por: Déborah Dorascienzi (CEO Abeeon)

A velocidade com que a tecnologia vem substituindo as pessoas nas empresas e com isso, como será o futuro do trabalho, é tema de discussão, desde fóruns internacionais, que reúnem as maiores cabeças pensantes do mundo à conversas em bares, entre amigos.

Recentemente, a Amazon implementou uma nova experiência de compra em suas lojas físicas, de conveniências Amazon GO. É impressionante o nível de tecnologia envolvido, onde o cliente entra e sai da loja sem passar por nenhum caixa registrador. Só nos Estados Unidos, mais de 3,4 milhões de pessoas exercem a função de caixa registrador, nas lojas de atacado e no varejo. Uma tecnologia, como essa, coloca em risco o trabalho dessas pessoas. Esse, foi apenas um exemplo do impacto da tecnologia no mercado de trabalho.

Sabemos que a tecnologia, faz parte do desenvolvimento humano, mas é um equívoco dizer que ela traz problemas.  O problema está em como utilizamos a ferramenta. Assim como um martelo é uma ferramenta muito útil na construção civil, ela também pode machucar alguém, só depende de como é utilizado.

Aplicativos como Uber e Airbnb, são exemplos de como a tecnologia está revolucionando o trabalho de forma positiva. Antes deles, as milhões de pessoas que hoje ganham a vida com eles, trabalhavam com o que mesmo? Será que elas se sentem mais satisfeitas agora, por terem flexibilidade de horário, por aproveitarem melhor seu tempo e contarem com uma renda para viver?

No Brasil, segundo o gráfico “A Evolução do Mercado de Trabalho” do  Portal de notícias G1, existe mais de 33 milhões de brasileiros trabalhando com carteira assinada, contra mais de 35 milhões de pessoas que trabalham por contra própria ou estão desempregadas. Ou seja, a realidade atual é que mais de 50% da força produtiva do pais estão fora das empresas. O que faz com que as pessoas se reinventam e buscam por novas maneiras de gerar renda.

Ao longo da história da humanidade, profissões foram extintas e novas profissões são criadas. A questão é:

Por que não criar novas profissões, utilizando a tecnologia como ferramenta,  na mesma velocidade em que são extintas?

São questões como essas, que nós, da Abeeon, discutimos profundamente e concluímos que a melhor maneira de prever o futuro do trabalho, é cria-lo. Por isso, através da tecnologia, conseguimos impactar milhares (e em breve milhões) de pessoas, revolucionando o mercado de trabalho, e esse é só o começo do futuro que estamos criando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s